sábado, 5 de outubro de 2013

Remanescentes da RMV no pátio de Barra Mansa

Várias locomotivas recém-encostadas no pátio da RFFSA/Centro-Oeste em Barra Mansa - RJ, década de 1970. Diferentemente de outros depósitos da antiga Rede Mineira de Viação como Rib. Vermelho, onde muitas máquinas permaneceram abandonadas a longo prazo, as atividades de baixa e corte de locomotivas a vapor foram rápidas e sistemáticas no pátio carioca, onde se perderam importantes peças da história da velha RMV. Destaque na fotografia para a locomotiva Nº437, uma das 2-8-0 adquiridas pela Rede Sul-Mineira para trafegar no trecho da serra entre Cruzeiro e Três Corações, já retirada de operação, tendo sido criminosamente destruída quando já se encontrava em posse da ABPF, que já providenciava sua retirada. Pena... Foto: Divulgação.

2 comentários:

  1. Meu avô Amadeu Nunes da Silva trabalhou na RMV como mecânic, entrou em 1942 e ficou até o aparecimento das máquinas a Diesel. Faleceu a 2 anos com 95 anos. Eram muitas histórias que ele contava.

    ResponderExcluir