quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Declaração do épico


No ano de 1976, primeiro ano após a transição da V.F Centro-Oeste para a nova superintendência da Rede Ferroviária Federal S/A, o maquinista Emídio Giarola, aqui retratado algum tempo antes de sua aposentadoria, fez esta fotografia ao lado de sua bela locomotiva que usava em serviço, a VFCO 68. A dita foto foi tirada como recordação para sua esposa, e acima dela estão os dizeres escritos á máquina:

"Á minha querida e dedicada mulher, Maria de Almeida, ofereço como uma perene lembrança, sendo a locomotiva 68 com a qual trabalho há mais de 16 longos anos e em minhas viagens com o pensamento sempre voltado para ela."

S.J (São João del-Rei), 20 de janeiro de 1976.

Belas palavras escritas há exatos 37 anos e três dias. Alguns, curiosamente, duvidam da total sinceridade delas, mas isso já é outra história.

2 comentários:

  1. Essa explosão foi coisa de louco, eu vi pessoalmente os destroços da locomotiva la na estação em São Simão, a cidade parou tiram fotos pra caramba, os negativos no local do acidente foram feitas várias fotos, o meu tio João Querido tem os originais desse acidente, esse Sr. de paletó preto admirando os estragos é o irmão do João tbm meu tio José Querido. 9/7/55 abç

    ResponderExcluir