sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Antes e Depois: Locomotiva Nº58, da EFOM

É, nem tudo é perfeito. A Locomotiva Nº 58, uma das mais ativas da E.F Oeste de Minas, parou de rodar após a erradicação das linhas que levavam os trens para a cidade de Antônio Carlos e Aureliano Mourão, foi encostada e destruída nas oficinas da EFOM em S.João del-Rei, já que os diretores da RFFSA não viram utilidade nela e decidiram excluí-la do quadro de locomotivas.


Estado atual do equipamento. O time de engenheiros da Ferrovia Centro-Atlântica achou melhor levá-la para a carpintaria, onde sofre menos com a ação corrosiva do tempo, que já deteriorou bastante o equipamento. Anda não há quaisquer rumores de recuperação da RFFSA Nº58.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário